Yasuke

mmPostado por

Já faz um tempo que tenho assistido a alguns animes. Tenho visto vários do Studio Ghibli (que vai ganhar um post por aqui em breve), mas a minha escolha de hoje é Yasuke. A série animada é idealizada por Leasen Thomas, que tem um currículo bem extenso e interessante. O animador, produtor, diretor, escritor e quadrinista já colaborou em algumas animações, dentre elas Homem-Aranha, Os Guardiões das Galáxias, Avatar: A Lenda de Korra e Batman.

Quando li a sinopse de Yasuke, sobre um samurai negro que precisa resgatar sua essência heroica para proteger uma menina, que tem grandes poderes, logo coloquei na minha lista do Netflix.

imagem encontrada em imdb.com

Vamos à sinopse de Yasuke

O anime começa com uma introdução para explicar melhor o cenário da história de nosso herói e reproduzo aqui:

“Depois de 150 anos de caos feudal, três heróis surgiram para unir o Japão e construir um xogunato para reger a nação. Nobugana Oda, um autocrata audacioso estabeleceu as bases dessa nação. Mas em sua investida final pelo poder, um desastre aconteceu.”

Isso leva a gente para uma guerra em Kyoto, no ano de 1582, entre o exército japonês e um exército de guerreiros das trevas que usou da magia sobrenatural para a conquista. Esse exército de forças do mal se aproxima das terras de Nobugana e ele, vendo que será derrotado, convoca Yasuke, que era seu guerreiro samurai, para matá-lo.

Yasuke, abalado, cumpre com a ordem mas isso deixa marcas profundas, fazendo com que ele abandone a vida de samurai e passe a viver em uma aldeia longe de tudo, como um barqueiro. 20 anos se passaram e Yasuke continua vivendo essa vida pacata mas ajudando um jovem menino chamado Ichiro a realizar seu sonho em se tornar um samurai. Ele não leva muito a sério o pedido da criança mas faz para alegrá-lo.

A irmã de Ichiro está muito doente e a mãe pede a Yasuke que a leve, de barco, para o médico e ele decide ajudá-la. No meio do caminho ele encontra pessoas que têm interesse na menina mas no primeiro momento ele não entende o porquê e decide lutar contra todos, relembrando dos seus tempos de samurai, para protegê-la.

A partir daí novos eventos surgem que fazem Yasuke resgatar o seu propósito e a sua alma de herói em prol dessa menina que será muito importante nessa história.

O que eu achei de Yasuke

Apesar de não ser um anime oriental, a série tem traços que lembram muito os desenhos japoneses e uma narrativa de herói que também se torna familiar. Você vê o cuidado de fazer o público acompanhar a história em detalhes, através de flashbacks do passado, e nas pausas essenciais (não sendo só um anime de ação) para que captemos o conflito do protagonista.

Em Yasuke você também vai encontrar a tecnologia, mesmo sendo uma época feudal, através de robôs, mas é uma licença poética aceitável. O começo, para explicar o enredo, pode parecer um pouco lento mas achei justificável para dar norte ao entendimento dos próximos acontecimentos.

A única coisa que eu não gostei foi a trilha sonora. A música de abertura me lembrou àquelas de novela mexicana e não achei que combinava com a trama.

Convido você a tirar suas conclusões assistindo a Yasuke. Eu estou aguardando a próxima temporada!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *