Pretty Guardian Sailor Moon Eternal: O Filme

mmPostado por

Há um tempo atrás, passando pelo menu de novidades do Netflix, me deparo com o anúncio de um filme da Sailor Moon, Pretty Guardian Sailor Moon Eternal: O Filme. Eu, lembrando da época de infância/comecinho da adolescência vendo a saga de Serena e companhia pela Manchete, voltei no tempo e fiquei eufórica, esperando a estreia.

Quando recebi o aviso que o filme já estava disponível corri para assistir. Lembro que foi em um fim de semana e tomei meu café da manhã acompanhando às novas aventuras das Sailors Moon, parecendo uma criança outra vez.

Sailor Moon Eternal: O Filme
imagem: divulgação

Antes de contar sobre o novo filme, uma sinopse sobre Sailor Moon

Para quem não é muito familiar com a história, ela gira em torno de Usagi, que aqui no Brasil ganhou o nome de Serena, uma adolescente que vivia uma vida como qualquer outra adolescente no Japão, quando se depara com uns meninos maltratando uma gata e salva o animal. Só que ela nunca iria imaginar que essa gata iria falar e, muito menos, revelar que ela é uma guerreira da lua e que deve salvar a Terra das forças do mal.

A partir daí, com a ajuda de outras 4 guerreiras (Sailor Mercúrio, Sailor Marte, Sailor Jupiter e Sailor Vênus) e de um outro misterioso guerreiro chamado Tuxedo Mask, Usagi, ou Serena, descobre com o passar do tempo, e enfrentando vários vilões, que na verdade ela é a atual encarnação da Princesa Serenity e que precisa, a todo custo, proteger o Cristal de Prata de cair em mãos erradas e causar uma verdadeira devastação no universo e, especialmente, em seu planeta natal.

Para ajudar nessa missão, sua filha Chibiusa, que é a Sailor Chibimoon, vem do futuro para também ajudá-la e conta também com o apoio de outras guerreiras que são a Sailor Plutão, Sailor Netuno, Sailor Urano e Sailor Saturno.

Contei de uma forma bem reduzida para não dar muito spoiler. 😜

Agora vamos para Pretty Guardian Sailor Moon Eternal: O Filme

Nessa nova saga, Usagi, Darien (que é o Tuxedo Mask) e Chibiusa precisam enfrentar uma nova e poderosa inimiga que está atrás do Cristal de Prata e de outras coisas que se eu falar vai estragar o filme para quem assistir.

Para isso essa nova inimiga em questão vai contar com a ajuda de três guerreiras amazonas que vão organizar um eclipse solar total, fazendo aparecer um circo cheio de atrações mas, também, de más intenções para com os habitantes do planeta Terra, porque elas querem suas energias para completar seu plano maligno.

O que eu achei

Pretty Guardian Sailor Moon Eternal: O Filme é dividido em duas partes. Na primeira o foco é mais em Chibiusa e suas descobertas, que contará com o apoio de Pegasus (sim, ele aparece e faz todo sentido à história por incrível que pareça) e na segunda vemos a luta final entre a nova inimiga e as guerreiras amazonas contra Sailor Moon, Sailor Chibimoon, Tuxedo Mask (que tem uma participação essencial para essa trama!) e todas as Sailors.

Eu gostei que os traços do anime do filme lembram muito o original que eu acompanhava no antigo canal Manchete. O romance entre Usagi e Darien ainda continua firme e forte, afinal eles são o Rainha e o Rei da Lua (mais pra frente a Princesa Serenity vira rainha, o que é um tanto quanto natural), e será um importante elemento para o decorrer do filme.

Achei legal trazer de volta a Sailor Plutão, Sailor Netuno, Sailor Urano e Sailor Saturno que pelo menos durante a época que assistia à Sailor Moon, não teve muitas histórias por aqui sobre elas. As outras Sailors, que fazem parte mais do esquadrão de Usagi tem também uma boa participação no filme e o dilema pelo qual cada uma passa são determinantes para o final.

Para quem viu Sailor Moon nos anos 90 vai olhar para esse filme com um olhar nostálgico bom. Eu não vi eles tentando dar uma “modernizada” no anime e com isso tendo uma grande chance da essência ser perdida. Mesmo depois de 20 anos, quem é fã vai conseguir rever a Sailor Moon e, também, acabar revendo a sua própria infância.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *