A Maratona de Brittany

mmPostado por

Você, alguma vez, já se fez a pergunta “o que eu estou fazendo da minha vida”? Se as escolhas que você fez foram acertadas e o que você está vivendo hoje é o que sempre quis? Em A Maratona de Brittany, disponível no Amazon Prime, Brittany faz essas perguntas a si mesma e acha que a resposta está na maratona de Nova York.

Foto encontrada em Adoro Cinema

Sobre o filme

Brittany, até então, achava sua vida um tanto quanto “ok”. Aos 28 anos trabalhava como atendente em um teatro mas não levava o seu emprego a sério. Na verdade não levava nada da sua vida a sério. Depois de ver seus exames médicos, que não estavam nada bons, e ao ver sua vizinha correndo pela manhã, começa a ter aquele sentimento que sua vida parou e decide correr atrás do que falta para ela.

A Maratona de Brittany
Foto encontrada em Adoro Cinema

“Você diria que fez opções saudáveis em sua vida?

Depois de encontrar, novamente, essa vizinha e ter uma crise de choro, a vizinha diz que a vida que ela tem e que Brittany acha perfeita está longe de ser perfeita. Ela teve uma juventude bem difícil e decidiu criar pequenas metas para alcançar as coisas que ela desejava. Uma dessas pequenas metas foi correr e Britanny decide fazer o mesmo, começando a correr 1 quadra da sua rua.

“Não se corre para ganhar. Mas para terminar.”

A partir daí ela começa a se incentivar a um passo maior, se inscrevendo em pequenas maratonas, de 5Km. Sempre no seu próprio ritmo, não pensando em ganhar e somente conseguir terminar. Então ela começa a pensar grande e se inscreve na famosa maratona de Nova York, que tem mais de 40 km, e põe na sua cabeça que vai conseguir, custe o que custar.

O que eu achei do filme

O filme, que mistura comédia e drama, mostra como somos responsáveis pela grande maioria de nossas limitações. De achar que a vida dos outros é perfeita e a nossa é mais ou menos, quando, na verdade, tá todo mundo tentando terminar suas pequenas metas.

A Maratona de Brittany
Foto encontrada em Adoro Cinema

Em A Maratona de Brittany vemos reviravoltas, tropeços, achismos, presunções, decisões erradas, acertadas, redenção e recomeços. Também vemos a importância da amizade, da família e do apoio das pessoas que acreditam na gente.

“Você mudar de vida nunca foi por causa do peso. Foi para assumir a responsabilidade por si mesma.”

É aquele filme que a gente não vê o tempo passar, torcendo para que a personagem principal se encontre e encontre também na sua jornada o seu real objetivo. A Maratona de Brittany é ao mesmo tempo leve e denso, faz você rir, chorar e refletir.

A vida é mesmo uma maratona. Tem momentos que você tá ganhando, tá perdendo, que você chega a parar, por um breve instante, mas você dá aquela respirada funda e segue. Porque, no fim, vale a pena a conquista. Pequena ou grande. É nossa.

“Decidi que, mesmo com a minha dor, meu medo, minha autocrítica, a crítica dos outros, eu queria ser feliz.”

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *