A Confeitaria Colombo do CCBB Rio: #EuFui

mmPostado por

O Rio de Janeiro comemorou 453 anos ontem, dia 1º de março, e aproveitei a ocasião para almoçar na filial de uma das mais tradicionais confeitarias cariocas, a Confeitaria Colombo, que foi inaugurada recentemente no Centro Cultural Banco do Brasil.

Confeitaria Colombo
Confeitaria Colombo original. Foto: facebook.com/ConfeitariaColombo

Fundada em 1894, a original se situa na rua Gonçalves Dias, no Centro da Cidade, e foi idealizada por dois imigrantes portugueses, Joaquim Borges de Meireles e Manuel José Lebrão, que trouxeram para a terra brasilis um pouco da tradição europeia e do seu estilo art nouveau.

Assim a Confeitaria Colombo se tornou o ponto de encontro de grandes figuras do mundo da política e do mundo das artes, que passaram por aquele famoso momento do chá das cinco debatendo sobre inúmeras questões da época. Figuras importantes como Olavo Bilac, Machado de Assis e Chiquinha Gonzaga eram presenças constantes. Até a Rainha da Inglaterra já visitou a confeitaria.

Confeitaria Colombo
Confeitaria Colombo no dia do seu aniversário de 20 anos, em 1914. Foto encontrada no Pinterest.

Algumas curiosidades que achei interessante era que em 1905 a Confeitaria Colombo começou a produzir seus próprios doces para competir com as iguarias de lá de fora. A marmelada foi o primeiro grande destaque. Outro fato curioso é que o primeiro elevador do Rio foi construído para a confeitaria.

De lá para cá a modernidade tomou conta do Centro da Cidade e prédio grandes, comerciais e meio sem graça, ao meu ver, ganharam espaço com as fachadas e construções antigas, o que para mim é uma pena porque acho que o Centro deveria manter a arquitetura do século XIX. Mas a Confeitaria Colombo é um achado histórico em meio ao caos da cidade grande e ainda mantém a sua aparência desde 1893.

Com o tempo, a Confeitaria Colombo se expandiu e ganhou novas casas em Copacabana, no Aeroporto Galeão e desde o ano passo ganhou também um salão de chá no CCBB, onde aproveitei para conhecer.

Confeitaria Colombo CCBB Rio

O salão é pequeno mas aconchegante e mantém a decoração do Belle Époque. Mesa em mármore e cadeiras em palha trançada compõem o ambiente com quadros antigos e um painel gigante no alto ao centro com uma foto da Confeitaria Colombo da Gonçalves Dias.

Para o almoço escolhi um prato que achei bem chique no nome: Cordon Bleu com risoto de alho poró. Depois descobri que cordon bleu é um empanado do frango, recheado com queijo e presunto. O da confeitaria estava muito bom.

Confeitaria Colombo CCBB Rio

Em celebração ao aniversário do Rio, as pessoas que pediam um prato ganhava a sobremesa. O meu foi um mousse de chocolate com avelãs que saboreei cada colherada. Eu acabei esquecendo de tirar a foto do prato quanto da sobremesa porque quando vi eu já tinha terminado.

Os preços não são baratos mas também não são muito caros. Para um almoço especial olhando a arquitetura do CCBB e se imaginando naquela época, vale a pena.

CCBB Rio

No site da Confeitaria Colombo você encontra o endereço dos restaurantes. Para quem é carioca ou está passando férias no Rio, é um lugar incrível para se visitar.

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão com *