Mônica Força – Graphic MSP: #EuLi

mmPostado por

A Turma da Mônica fez parte da minha leitura de infância. Turma da Mônica e O Menino Maluquinho para ser mais precisa. Lembro quando ia com meu pai na padaria aos domingos e a gente passava na banca de jornal para comprar a minha revistinha da semana. Ter a oportunidade de encontrar de novo esses personagens em Mônica Força foi realmente uma volta ao tempo. Um tempo bom, com boas histórias e imaginação de sobra.

Mônica Força foi a indicação de um amigo que disse que eu iria gostar muito. A HQ foi lançada em 2016 e conta uma história que a gente não costuma ver nos quadrinhos tradicionais do Maurício de Sousa. A ideia surgiu em 2014 por Sidney Gusman, conhecido como Sidão e editor de projeto da Graphic MSP.

A Graphic MSP é uma divisão da Maurício de Sousa Produções dedicada à produção de graphic novels, onde artistas que respiram esse mundo são convidados a deixar seu traço em um conteúdo que foge do padrão das historinhas que a gente encontra nos quadrinhos de Mônica, Cebolinha, Magali, Cascão e cia.

Em Mônica Força nossa dentucinha preferida tem que enfrentar uma situação que o uso da força, que sempre resolve contra os “planos infalíveis” de Cebolinha e Cascão de roubar o Sansão, não irá resolver nesse caso.

É uma história emocionante e o desfecho é mais emocionante ainda. Claro que não vou contar porque sou #timeantispoiler!

Para ilustrar as páginas do graphic novel a artista convidada foi Bianca Pinheiro. Quem está acostumado a ler HQs deve conhecê-la pelo seu projeto Bear. Os traços delicados e de um colorido sutil também podem ser vistos em Mônica Força. Ela disse que anotava suas ideias em um caderninho e que decidiu fazer a casa da Mônica ter dois andares para facilitar a movimentação dos personagens. A capa é outra parte interessante do processo que teve mais de 15 versões.

A carioca de nascimento mas que mora em Curitiba desde os 5 anos também teve sua infância recheada de histórias da Turma da Mônica e decidiu levar sua paixão pelos quadrinhos a sério. Se formou em Artes Gráficas e mais tarde fez uma pós-graduação em História dos Quadrinhos. Seu trabalho ficou conhecido através de seu blog A Vaca Voadora, em 2012, que no ano seguinte rendeu a webcomic Bear.

Uma frase que aparece no texto de contracapa que resume bem Mônica Força é que essa graphic novel celebra a força e as nuances de cada um de nós. Até porque, outra frase que aparece nesse texto e que eu acredito, a vulnerabilidade e força andam juntas.

Muitas vezes você descobre sua força na sua vulnerabilidade e vice e versa. Afinal somos uma soma de sentimentos, pensamentos e vontades. Especialmente a vontade de ser feliz. 🙂

Salvar

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão com *