#EuVi: The 100 Years Show

mmPostado por

A vida pode mesmo engraçada. Às vezes você é surpreendido quando menos espera apesar de você já está esperando há um tempão para que aconteça.

Deixa eu explicar melhor. Carmen Herrera  é uma pintora de arte abstrata que começou a fazer suas obras lá pela década de 40/50, quando esse movimento era bastante expressivo. Mas por ser um universo dominado mais por artistas masculinos, Carmen nunca teve a chance de se destacar na época.

14364726_631798970316155_1383379049147568412_n
foto: facebook.com/100YearsShow

Pensa que ela desistiu?  Ela continuava fazendo suas pinturas, cheias de contraste de cores e dotada pela simplicidade que ela considera ser uma grande arte. Somente a partir dos anos 2000, mais precisamente, 2004, quando seu grande amigo Tony Bechara fala sobre seu trabalho durante um jantar com Frederico Sève, dono da Latin Collector Gallery, que acontece uma transformação. Após isso ela passa a ganhar reconhecimento, tendo suas pinturas exibidas em grandes museus e galeria a exemplo do MoMa (Museu de Arte Moderna de Nova York) e Tate Modern, de Londres.

Sua história e trajetória é contada em um documentário chamado de The 100 Years Show, que está no Netflix. Durante quase 1 hora você descobre o jeito incrível que essa artista tem de ver a vida. Ela mesmo disse que ser “descoberta”, aos 89 anos, foi um tanto quanto tardio mas que antes tarde do que nunca.

[vimeo 183026358 w=640 h=360]

The 100 Years Show from RatPac Documentary Films on Vimeo.

Quem puder assistir, vale a pena para refletir sobre perseverança e principalmente sobre nunca duvidar de você.

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão com *